A GASTRONOMIA CUSQUENHA!...RICA EM SABORES, HISTÓRIA E TRADIÇÃO

A esquisita e variada comida cusquenha se caracteriza não só por seu sabor e a magistral combinação de produtos andinos típicos da região; mas ser uma das expressões vivas e mais representativas da cultura sul andina no Perú. ¿Será certo o que muitos dizem, que a comida de Cusco é de agradável sabor salgadinho?...

Quando uma visitante pergunta pela comida típica de Cusco, a resposta é sempre a mesma: experimente o Chiriuchu é uma combinação de sabores deliciosos e o prato emblemático da região. Sem embargo para nós os cusquenhos existem diversos pratos e comida que nos sabem a tradição e família; delicias que nos oferecem numerosos restaurantes de comida típica; situados em distintos pontos da cidade, elaborados por e para cusquenhos. Dos inumeráveis pratos entre sabores doces, salgados e esquisitos aromas; Cusco nos presenta alguns espetaculares lugares que poderias visitar para saborear parte de sua espetacular gastronomia.

Os Chicharrones Em Saylla:

Os Chicharrones Em Saylla

Durante o fim de semana o qualquer dia; a uma hora do centro histórico, com as opções de ir em auto, ou taxi o incluso num ônibus; está situado o distrito de Saylla e seus multiplex restaurantes de comida local e principalmente dos famosos chicharrones de porco (porco fritados em sua própria graxa). É um dos lugares perfeitos para almoçar em família o com amigos. Ao chegar, em ambos lados da estrada pode se ver anúncios oferecendo chicharrones calientes prontos para degustar; lugares para escolher com amplos espaços verdes e zonas recreativas que te fazem esquecer da rutina da cidade.

Saylla é um dia de campo e está ao alcance de tuas mãos; aqui não há vegetariano que valga, aqui se come e se desfruta de chicharrones de cerdo.

Os passos para desfrutar como se deve um prato de chicharron são três:

  1. Esquece da dieta!... A retoma a segunda, ou si quiser hoje mesmo, mas quando este de regresso a Cusco. A salada é agradável, mas não é suficiente, está no prato para acompanhar o saboroso porquinho.
  2. ¡Esquece dos talheres!... todo bom cusquenho sabe que si se quer comer bem o chicharron, se come com as mãos, com os talheres simplesmente não sabe igual.
  3. A saúde antes do prazer. Em Saylla abundam as chicharronerias, mas não todas são igual de boas nem igual de seguras, escolhe uma conhecida e pergunte a os moradores cusquenhos; cada quem tem um lugar favorito e recomendado. Tips: “Se o restaurante está vazio não é por casualidade”.

O Pão De Oropesa:

Originário do distrito de Oropesa, a poucos minutos da cidade de Cusco. Comumente chamado “Pão Chuta”. Para os cusquenhos vivendo fora de Cusco, uma das cosas que mais saudade produze é o pão Oropesa o “Chuta”; porque não todas as cidades do Mondo oferecem o luxo de servir-se dum pão com ingredientes regionais, de agradável sabor e forneado artesanalmente.

Image

Ideal quando um cusquenho quer dar-se um gosto à hora do lanche, acompanhado deste pão doce, untado com manteiga e com um cafezinho quente, é um deleite para o paladar. As vendem nos mercados da cidade.

O distrito de Oropesa se jacta de possuir o melhor pão de Cusco e isso e dizer muito. O lugar está cheio de fornos artesanais e o povo inteiro adquiriu um típico aroma a pão quente e recentemente forneado que te faz agua a boca. O pão Oropesa es imperdível, não importa se é a primeira ou milésima vez que o coma.

O Milho Com Queijo Do Vale Sagrado Dos Incas:

Legado e riqueza Inca, privilegio para o paladar dos cusquenhos e do mondo; são o milho branco e amarelo, de distintas qualidades, sabores e tamanhos, provenientes dos formosos campos verdes deste espetacular vale. Coletado das chacras entre os meses de janeiro e fevereiro; é o milho branco em suas diversas apresentações. Comumente chamado “choclo” está acompanhado dum saboroso pedaço de queijo fresco andino e inclusive do típico aji ou “Uchucuta” de sabor delicioso feito em casa com pimenta vermelha da região. Os comas onde seja, sempre será de agradável sabor e inesquecível experiência.

Image

Se tua rota é o Vale Sagrado dos Incas, nada como desfrutar dum delicioso Choclo com queijo cusquenho, cozido pelas donas dos cultivos, em enormes panelas, ao borde do caminho, uma experiência espetacular que deleitará teu paladar desfrutando dum Choclo fresco coletado e cozinhado no momento.

Os Tamales:

Não confundas com os tamales típicos; ainda quando são elaborados nas três regiões do Perú, Costa, ande e selva; cada um presenta sua particular forma de elaboração com seus próprios insumos. O tamal cusquenho é preparado com um agradável sabor doce ou salgado, elaborado com a polpa de milho moído, branco e fresco; proveniente do vale sagrado dos Incas e outros insumos tradicionais da região.

Image

Os tamalinhos são elaborados por as famílias cusquenhas com a mesma receita caseira desde 90 anos atrás. Por outro lado, podes encontrar qualquer dia da semana numa espetacular esquina cusquenha chamada portal de Belém, situado a poucos metros da Praça de Armas de Cusco.

Exponentes desta tradição são os “Tamales Josefina” posto ambulante que tem como localização precisamente o Portal de Belém do centro de Cusco; de Julia Huayllani de Caparó, quem por mais de 40 anos se dedica à elaboração desta especialidade da cozinha cusquenha.

Ideais e perfeitos para fazer uma pausa gastronômica, degustando-os sentado numa cadeira da Praça; dentro de seu percorrido pela cidade. Esta é uma das muitas experiências agradáveis e prazenteiras que Cusco te oferece.