Quem Somos
Mapa do Site
Contato
CuscoPeru agencia de viajes en cusco
Portada / Informações úteis / Fatos para o Viajante / A Folha de Coca e sua Importância na Cultura Inca

A Folha de Coca e sua Importância na Cultura Inca

Os primeiros vestígios que se têm no Peru sobre o uso da folha de coca por culturas ancestrais datam de mais de 3.000 anos de antiguidade. Aqui lhe contaremos a importância desta planta na cultura inca.
O chá de coca é o principal remédio para o mal da altitude.

A folha de coca foi muito importante na cultura inca, no entanto, nem todos os habitantes podiam consumi-la. Esse era um privilégio apenas da realeza inca, que também controlava a produção e o consumo.

Atualmente, esta planta é comercializada na cidade de Cusco e outras cidades com descendência andina. Pode-se encontrar o produto como folha de coca pura, ou em infusões, extratos, caramelos, chocolates e até bebidas alcoólicas.

O que é a folha de coca?

O nome científico da folha de coca é Erythroxylum Coca, um arbusto de tamanho médio que geralmente cresce em climas e altitudes localizadas entre 800 e 2500 metros acima do nível do mar.

O arbusto da folha de coca requer cuidado e atenção especiais, sendo forte o suficiente para produzir até quatro colheitas por ano, o que representa até 1200 quilogramas por hectare. Estima-se que o tempo médio de vida do arbusto da folha de coca seja de 60 anos.

O habitat natural desta planta são os Andes orientais do Peru e Bolívia, mas também pode ser encontrada na Colômbia, Brasil e Equador.

Propriedades naturais da folha de coca

A folha de coca possui naturalmente os seguintes alcaloides:

  • A cocaína, que possui propriedades anestésicas e analgésicas. A quantidade de cocaína nas folhas de coca está entre 0,5% e 1%.
  • A ecgonina, que pode metabolizar tanto gorduras quanto glicídios, além de afinar o sangue.
  • A atropina, que é um anestésico.
  • A pectina, que é um absorvente e antidiarreico e regula a produção de melanina para a pele.
  • A papaína, (a folha de coca possui maior quantidade desta substância que a própria mamão), é uma enzima que contribui com a digestão.
  • A higrina, ajuda na produção de saliva quando há falta de oxigênio no ambiente.
  • A globulina, que regula a falta de oxigênio no ambiente, além de ser um cardiotônico.
  • A piridina aumenta a irrigação sanguínea ao cérebro, ao mesmo tempo em que acelera sua formação e crescimento.
  • A quinolina ajuda a prevenir a formação de cáries dentárias junto com cálcio e fósforo.
  • A conina, que é um anestésico muito eficaz.
  • A cocamina, também é um potente anestésico.
  • A reserpina ajuda a regular a pressão arterial ao mesmo tempo que auxilia na formação de células ósseas.
  • A benzoína colabora com a formação e crescimento de células musculares e também impede que os alimentos se decomponham.
  • A inulina facilita o funcionamento do fígado, equilibra a produção de melanina e ajuda a eliminar substâncias nocivas do corpo.

Além de possuir todos os alcaloides mencionados, a folha de coca também é um alimento muito completo, pois contém Vitaminas B1, B2, C, ferro, cálcio e proteínas.

Qual era o uso das folhas de coca pelos Incas?

No mundo andino, as folhas de coca tinham uma variedade de usos e eram também atribuídas uma série de qualidades quase mágicas.

O consumo de folhas de coca pelos agricultores tem sido um costume desde os tempos dos Incas e ainda hoje é possível observar. Elas fornecem um impulso de energia e vitalidade, sendo esta uma das principais razões de seu consumo.

Normalmente, aqueles que mastigam folhas de coca dessa maneira podem trabalhar longas jornadas sem sentir cansaço ou frio, devido ao efeito anestésico de seus alcaloides.

Mascar a folha de coca também era recomendado como uma forma de curar dores de dente, dores de estômago e outros desconfortos físicos.

As folhas de coca eram usadas pelos amautas ou sábios Incas para tentar prever o futuro, lendo as folhas em busca de sinais ou presságios do que estava por vir.

As populações incaicas prestavam tributo à Mãe Terra ou Pachamama no início da temporada de chuvas com um ritual conhecido como "pagamento à terra". Neste ritual, faz-se um buraco no solo e nele são colocados diversos produtos e oferendas, incluindo as sagradas folhas de coca, para assegurar uma boa colheita e um bom ano.

No mundo andino, havia uma reunião social conhecida pelo nome de Hallpay, onde os membros da comunidade se reuniam em torno de uma mesa cheia de folhas de coca. Este encontro tinha o objetivo de consagrar a união divina entre o homem e os seres espirituais dos Andes, além de fortalecer sua identidade, costumes e reforçar os laços sociais.

A troca de folhas de coca por outros produtos, como carne, batatas, favas e legumes, também era uma prática comum durante o tempo dos Incas, ou seja, as folhas de coca também faziam parte importante da economia Inca.

Os Incas tinham um sistema de correios ao longo de seu território, e os responsáveis por transportar as mensagens eram conhecidos como 'Chaskis'. Normalmente, eram homens jovens de constituição atlética que percorriam o império a pé. Este grupo foi um dos que mais fez uso das folhas de coca, pois seu consumo lhes permitia cumprir seu trabalho e percorrer grandes distâncias sem sentir fadiga.

Como se pode observar, os Incas deram usos muito diversos à folha de coca, e esta formava uma parte fundamental de sua estrutura social, economia e espiritualidade. Daí considerarem-na uma planta sagrada.

Perguntas frequentes sobre a folha de coca

O que é a folha de coca e qual é a sua origem?

A folha de coca é uma planta que contém várias propriedades com efeitos farmacológicos. É um estimulante leve que ajuda a combater males como dor, sede, fome e o mal da altitude.

Esta planta é originária dos Andes amazônicos, onde é usada em infusões. Tem importância religiosa, sendo utilizada em cerimônias e rituais desde a época dos incas.

Como os incas usavam a folha de coca no dia a dia?

Os incas usavam a folha de coca em rituais religiosos e como oferta aos deuses. Além disso, seu consumo era restrito apenas à nobreza inca, pois era considerada sagrada.

Quais são os benefícios medicinais da folha de coca?

A folha de coca possui muitos benefícios, pois contém uma grande variedade de vitaminas e alcaloides com diferentes propriedades. No entanto, uma de suas principais qualidades é fornecer energia ao consumidor, permitindo que ele realize atividades sem sentir cansaço.

Como a folha de coca se relaciona com o mal da altitude ou soroche?

Usar a folha de coca em infusões para o mal da altitude é muito eficaz, pois essa planta aumenta a energia, ajudando o corpo a se adaptar à altitude. No entanto, não há evidências científicas que apoiem essa solução, tornando este remédio uma tradição antiga.

Como é preparado o mate de coca para aliviar o mal da altitude?

A preparação do mate de coca é simples: basta colocar cerca de 6 a 7 folhas em uma xícara com água fervente e deixar repousar. É importante tomar enquanto está quente para que o efeito seja maior.

Quais outros usos a folha de coca tinha na cultura inca?

A folha de coca era considerada uma planta mística que apenas o Inca poderia consumir. Seus principais usos eram em cerimônias religiosas e na previsão do futuro. Esta planta também fazia parte da economia inca, sendo utilizada como moeda de troca para intercambiar produtos com outros povos.

A folha de coca pode ser encontrada fora do Peru?

Embora a folha de coca tenha seu principal crescimento no Peru, também é possível encontrá-la em países como Bolívia, Equador e Colômbia.