O Sitio arqueológico de Saywite, se localizam no distrito de Curahuasi, província de Abancay, do departamento de Apurimac.

Saywite está geograficamente muito cerca de duas importantes cidadelas: Machu Picchu e Choquequirao.

Para a cultura dos Incas, Saywite poderia ter sido um centro cerimonial onde se rendia culto ao agua, mas também deve haver sido um centro de “capacitação” onde os hidráulicos incas aprendiam as diferentes opções de engenheira em condições de costa e serra.

saiwite1.jpg

Para algunos estudiosos se trata duma original representação da visão cósmica dos incas, que deixaram talhadas e perenizadas algumas de suas mais notáveis concepções religiosas sobre os problemas do agua e da fertilização das terras.

É uma maqueta do mondo cósmico dos incas, associado ao agua, a fertilidade das terras e as forças da terra e as forças comprometidas em sua existência.

saiwite2.jpg
saiwite3.jpg

O mondo andino, concebia a vida como um todo, nada era isolado e o uso de seus recursos era um uso baseado no respeito a suas divindades, os astros: O sol e a Lua (Inti e Quilla) e aos recursos naturais: Terra e agua (mamapacha e yacumama) e incluso os seres inanimados eram venerados como uma mostra de respeito aos andes: As montanhas (apus). Tinham uma visão integrada de como administrar os recursos e uma mostra é o monólito de Saywite, onde representaram as principais estruturas hidráulicas que encontramos como vestígios de seu grão conhecimento das bacias associadas à divindade e a sua visão do mundo.

Image

O monólito de Saywite é “uma fonte simbólica”, representada num bloco lítico no qual existem mais de 208 figuras talhadas em alto relevo entre animais e estruturas, adaptando-se às sinuosidades naturais da própria roca.

Uma mostra mais da genialidade Inca, que nos faz pensar que estos lugares ao igual que Moray eram centros de treinamento e de capacitação no uso da tecnologia para uma casta privilegiada que faziam possível a execução das grandes obras hidráulicas que nos deixaram em sinal de sua sabedoria que a ciência atual ainda não superou.

Image

O monólito de Saywite, se encontra representado nas moedas de coleção 2016 elaboradas pelo Banco central de Reserva de Peru.