São 15 os santos que com procissões cada um sai de seu templo ou igreja habitual para fazer uma visita à Praça Maior de Cusco e logo entrar à Basílica da Catedral, lugar onde permanecerão por 8 dias até que chegue “A Oitava”, dia no qual os santos são sacados e levados a seu templo ou igreja de procedência.

Image

Corpus Christi em Cusco

Data

Este Jueves 31 del mes de mayo del 2018 se llevara a cabo esta festividad. La fecha es siempre movible, al igual que la festividad del Señor de Qoyllurit'i, todo dependerá de la Semana Santa. Para Qoyllurit'i se cuentan cincuenta y ocho días después del Domingo de Pascua, en este caso para Corpus Christi, se cuentan 9 semanas después del jueves santo (Semana Santa) y así llegara Corpus. Cusqueños y extranjeros lo esperan para celebrarlo como se debe.

Image

O começo desta festividade é na quarta-feira (um dia antes da procissão ou dia central) com a saída de cada santo de seu templo de procedência. Cada um com uma procissão onde se encontra aos Mordomos ou o “Carguyoq”, em alguns casos o perfeito, os fiéis que voluntariamente decidem acompanhar a seu santo e acompanhados por uma banda de músicos ou “Q’aperos”. Logo de chegar à Praça Maior, as estátuas dos santos são levadas à Catedral e permanecem dentro até o dia seguinte que é a procissão. A quinta-feira todas essas pessoas sacam a seu Santo ou Virgem da Basílica da Catedral e começa a procissão. A Praça Maior se cheia de gente. A ordem em que saem os santos é o seguinte:

  1. São Antonio da paróquia de São Cristóbal.
  2. São Jerónimo da paróquia do distrito de São Jerónimo.
  3. São Cristóbal da paróquia de São Cristóbal.
  4. São Sebastian da paróquia do distrito de São Sebastian
  5. Santa Bárbara da paróquia do distrito de Poroy
  6. Santa Ana da paróquia de Santa Ana
  7. Santiago Apóstolo da paróquia de Santiago
  8. São Blas da paróquia de São Blas
  9. São Pedro da paróquia de São Pedro
  10. São José da paróquia de Belém
  11. Virgem da Natividade da paróquia de Almudena
  12. Virgem dos Remédios da igreja de Santa Catalina
  13. Virgem Purificada da paróquia de San Pedro
  14. Virgem de Belém da paróquia de Belém
  15. Virgem da Imaculada Concepção chamada também "A Linda" da Basílica da Catedral
Image

Durante a procissão alguns Carguyoqs oferecem presentes aos assistentes, objetos como cartões postais, lembranças, etc.; são repartidos sem distinção alguma. A procissão termina aproximadamente às 12 do meio dia depois de que todos os Santos e Virgens voltem à Catedral onde permanecerão até a quinta-feira seguinte dia no qual os fiéis, o Carguyoq, o perfeito e demais pessoas voltam a seus Santos até seu lugar de origem, o templo do qual foram sacados.

Image

O prato tradicional desta festividade é o Chiriuchu, prato frio e picante agradável para todos os paladares exigentes. Uma mistura de mais de 10 ingredientes como são: Cuy ao forno (devesse ter em conta que a carne deste roedor deve ser terna, para que quando alguém consume esta seja suave, já que assim se conserva o sabor característico), cau-cau (ovos de peixe), galinha cozida, carne seca, Algas marinas (qochayuyo), chouriço, milho branco tostado, queijo, rocoto fatiado, e a Torreja Típica. Esta torreja de uma consistência esponjosa é a combinação de alguns ingredientes como: milho, abóbora alaranjada e um pouco de caldo de galinha durante a preparação para que tenha um sabor característico ao momento de servir o prato.

Image

Mapa De Procedência Dos 15 Santos – Corpus Christi

Mapa De Procedência Dos 15 Santos – Corpus Christi

Historia

Antigamente durante o incanato, os incas sacavam suas múmias sagradas em procissões pelos redores de Huakaypata (Praça maior de Cusco). Se faziam ritos cerimoniais para fazer culto às múmias (Uma de cada Inca, em total foram 14 Incas). Quando chegaram os espanhóis, lá pelo ano de 1542, eles quiseram impor suas costumes e festas. Foi assim que ao realizar-se o secretismo religioso e místico, começaram a sacar estatuas de Santos e Virgens vestidos com trajes que geralmente são doados pelo Mordomo o Carguyoq.

Recomendações

  1. É indispensável uma câmera fotográfica:Todos queremos levarmos aos 15 Santos a nossas casas, pôr toda a arte que tem cada um deles. Mas não, é algo impossível, o único que queda é a fotografia. Através dela podemos levarmos boas fotos para mostrar a nossos amigos e familiares a experiência em Cusco. Cada foto fará que todas e cada uma das experiências fiquem na memória por sempre.

  2. Usar roupa ligeira: Nestes dias o sol é forte pela manhã, já quando chegar à tarde todo troca, começam os ventos fortes e isso nos fará tremer e até poderemos contrair alguma enfermidade como gripe, tosse, etc.

  3. Consumir bebidas frias e snacks, que sejam fáceis de levar: Estar hidratado e sempre bem alimentado é necessário. Com o forte que está o sol é possível que nos desidratemos. Por isso se recomenda levar estos alimentos para não cair em tonturas ou desmaios durante o dia.

  4. Sapatos ou tênis para caminhar: Sentir-se cômodo é o primordial. Pelo geral as ruas de Cusco são de pedra e quando se molham são algo resvaladiças. Os tênis de trekking são cômodos e perfeitos para todo tipo de terreno. Usar estas vai servir-lhe muito.

  5. Usar e levar bloqueador solar, lentes de sol, chapéu e/ou guarda-sol: Estamos em tempos nos quais todos sabem que a radiação solar é cada vez mais forte. Quando um sabe que vai estar ao ar livre por muito tempo deve tomar suas precauções. Nossa saúde é primeiro, e assim desfrutaremos mais a festa.

  6. Esteja atento de suas pertinências: Muitas pessoas estamos acostumadas a levar a mochila nas costas, por este motivo as vezes não nos damos conta se alguém está tentando tirar alguma de nossas pertinências. É por isso que é preferível usar a mochila do lado contrário para evitar roubos e mal-entendidos.
    Sempre se recomenda levar uma quantidade suficiente de dinheiro para fazer as compras necessárias. Em todos os lugares estão os escamoteadores, isso não pode mudar, mas sim evitar. Se não quer passar por uma experiência ruim é melhor sempre prevenir.

  7. É melhor utilizar a moeda local (Sol): Muitos dos comerciantes que estão na Praça Maior e a Praça São Francisco, lugar onde sempre se realiza a Feria do Chiriuchu, usam a moeda local. Para que as transações sejam mais fáceis se recomenda levar soles. É mais tedioso ter que ir para o caixa eletrônico, fazer a fila para trocar as moedas estrangeiras. Preferível fazê-lo com tempo de antecipação.

  8. Pronto para a chuva: O clima de Cusco é muito cambiante, um nunca sabe em que momento vai cair a chuva. Mas estamos em tempos que não chove, a chuva é bonita quando não cai com força. Nada melhor que caminhar em chuva, mas sempre abrigado para não passar frio e não contrair a gripe, tosse ou males parecidos.